quinta-feira , dezembro 2 2021
Home / Notícias / Efeito cascata: entidades mobilizadas para evitar redução dos salários

Efeito cascata: entidades mobilizadas para evitar redução dos salários

Associações foram recebidas pelos secretários da Administração, adjunto da Fazenda, e do Meio Ambiente, além de outros representantes do governo, nesta quarta-feira, 19/11. E procurador do município assegura que "não existe possibilidade de haver cortes nos salários".

 

Representantes das entidades Astec, Acespa, Afm, Asad e Assimfaz,  foram recebidas pelo Comitê Gestor do Plano de Carreira dos funcionários  da prefeitura, na manhã desta quarta-feira, 19/11. Considerou-se que o encontro se estabeleceu em três momentos, desde a chegada dos representantes no Gabinete do Prefeito, às 10h:

No primeiro momento: a assessora Rejane Garcez recebeu os representantes das entidades e protocolou o ofício ao prefeito José Fortunati, solicitando audiência para discutir o "efeito cascata" e as possíveis consequências deste sobre os salários dos servidores. Na ocasião informou que o prefeito daria uma posição até a sexta-feira, tendo em vista falta de horário e por não ter sido solicitado agenda antecipada  junto ao Gabinete.

No segundo momento: os representantes das entidades insistiram em  permanecer reunidos no saguão da prefeitura,  pois aguardavam a finalização de uma  reunião que estava ocorrendo com o Simpa, no que ainda se poderia tentar obter alguma informação do governo após esta reunião.

No terceiro momento: após o fim da reunião junto ao Simpa, as entidades conseguiram ser  recebidas pelo secretário da Administração, Elói Guimarães; assessora Maria  Leonor Carpes; secretário adjunto da Fazenda, Eroni Izaias Numer; supervisora de Recursos Humanos, Susana Coelho e o procurador Marcelo Dias Ferreira.

A conversa foi em tom tranquilizador, tendo o procurador Marcelo reiterado diversas vezes que "não existe possibilidade de haver cortes nos salários, informando que  existe um grupo técnico que está trabalhando para corrigir essa situação e o prefeito, em conjunto com o Simpa, está procurando todos os recursos para solucionar a questão”. Os representantes do governo frisaram que há tempo hábil para a elaboração de projeto de lei, a ser adequadamente discutido com os servidores, em conjunto com o Simpa, e com possibilidade de integrar o Plano de Carreira. Explicaram  também que, mesmo que a execução seja, por exemplo, a partir de amanhã,  não haverá redução de salários, e que as discussões do projeto de lei deverão ser encaminhadas a partir da próxima semana, como forma paliativa de solução do problema do efeito cascata. O secretário Elói Guimarães fez questão de destacar que "fique claro que há dois lados da questão: servidores/governo e o outro lado tribunal/ Ministério Publico", ao que a assessora Maria Leonor emendou: "estamos unidos nesta questão e nossa palavra de ordem é transparência".

As entidades que integram o movimento até o presente momento – Astec, Acespa, Aeapopa, Afm, Apmpa, Asad, Ascontec, Ased, Assimfaz, Asta, – deverão  se reunir novamente, na próxima quarta-feira, dia 26/11, na sede da Acespa. A ideia é formar uma comissão de associações para trabalhar junto ao Governo e Sindicato.  Integraram a representação das entidades  no movimento desta quarta-feira: Astec, com Isabel Junqueira, presidente, Carlos Adolfo Bernd, diretor financeiro, Deri Calvete da Rocha e Luiz Herni Pinto Michel, conselheiros; Acespa, com Francisco José Menezes da Silva, 1º vice-presidente; Asad, com Carlos Luz, presidente, e Telmo Prestes;  Assimfaz, com Anderson Kegler, presidente, e Carlos Aldo Dias, conselheiro; Afm, Adalberto Pio de Almeida e Ascontec, Silvio Zago.
 
Ato Público
Na manhã desta quinta-feira, 20/11, a partir das 9h, o Simpa estará realizando ato público no Paço Municipal. Todos os servidores estão convidados. Na ocasião, o Sindicato vai esclarecer à categoria o relato da reunião da quarta-feira e definir os próximos passos da mobilização para evitar redução dos salários em decorrência do fim do "efeito cascata".
 

ASSOCIATIVISMO FORTE SE FAZ COM UNIDADE E AÇÃO.
DIRETORIA EXECUTIVA – GESTÃO 2013/2014

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *