terça-feira , maio 24 2022
Home / BANNER / Assembleia da Astec formula contraproposta para apresentação na Assembleia Geral de Municipários

Assembleia da Astec formula contraproposta para apresentação na Assembleia Geral de Municipários

A Assembleia Geral Extraordinária da Astec foi aberta pelo presidente da entidade, eng. agr. Irineu Foschiera, que destacou a perda de um terço do valor do salário, nos últimos seis anos. Destacou que o quadro atual apresenta “o pessoal da ativa massacrado pelo achatamento salarial sem precedentes, terceirização intensa, e um governo que negocia, mas sem muita vontade. A categoria não é recebida pelo prefeito. No Legislativo, a negociação com a base de apoio do governo está próxima de zero, sem contar a imprensa comercial, que sequer ouve o funcionalismo. Assim, o caminho é buscar o apoio da comunidade, assegurar uma mobilização mais forte e seguir com a pressão sobre o Executivo,” defendeu Foschiera.

Vice-presidente, eng. Sérgio Brum, fez a leitura do Edital nº 001/2022 e expôs a proposta do Executivo, apresentada nesta tarde à Comissão de Negociação, coordenada pelo Simpa:

  • reposição salarial de 10,06%, em três parcelas, a serem pagas ainda neste ano – de 4%, em abril; 2, 3%, em agosto; e o restante em novembro;
  • reajuste do vale-alientação: 15%, a partir da folha de maio de 2022;
  • progressões funcionais biênio 2012-2014: início de pagamento regular em julho de 2022,  juntamente com os valores retroativos em 80 (oitenta) parcelas iguais aos servidores ativos e mediante cronograma de pagamento, no memso período, para todos inativos.

A proposta foi rejeitada por unanimidade.

O diretor Administrativo da Astec, Raul Giacobone, acredita que ainda é possível que o governo melhore mais essa proposta. “Não consta no documento, mas 4% já serão creditados na folha de pagamento deste mês de abril, independentemente da mobilização. E é importante atentar para o aspecto de que o avanço da proposta do governo está atrelado à intensidade da mobilização dos municipários”, destacou o diretor.

Na sequência, os presentes apresentaram sugestões de mobilização, estratégias e ações, a fim de compor uma contraproposta a ser levada para discussão na assembleia geral de municipários, que se realizará amanhã, quarta-feira, 13 de abril, às 19h, no Teatro Dante Barone, da Assembleia Legislativa do RS. A contraproposta da Astec foi deliberada por unanimidade.

Também foram aprovadas formas de mobilização como campanha de rádio; colocação de faixas nos locais de trabalho; uso das mídias sociais como Facebook e Instagram; divulgação dos valores que deixaram de entrar no comércio da cidade devido à falta de correção dos salários dos municipários.

Fortaleça a Astec!
Clique aqui e associe-se!
#Se puder, fique em casa!

ASTEC – Diretoria Executiva 2021/2022
UNIÃO, RESISTÊNCIA & LUTA

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *