quinta-feira , agosto 18 2022
Home / BANNER / COMISSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES DEBATE FALTA DE FUNCIONÁRIOS NA ÁREA DA SAÚDE NA CAPITAL

COMISSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES DEBATE FALTA DE FUNCIONÁRIOS NA ÁREA DA SAÚDE NA CAPITAL

Na última terça-feira, dia 05, a Comissão de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam) da Câmara de Vereadores de Porto Alegre realizou reunião para debater a falta de servidores públicos para o atendimento básico na área de saúde em pronto-atendimentos e hospitais da Capital. A pauta proposta pelo vereador Aldacir Oliboni demonstra a preocupação dos vereadores que compõem a Cosmam com a falta de atendimento às pessoas doentes que necessitam desse serviço básico, que se encontra em condições precárias, como há tempos vem sendo denunciado pelo Simpa e associações de servidores.

Membro da comissão, o vereador Oliboni observou que “mesmo com a renovação de alguns concursos na área da saúde, ocorrida durante a pandemia da Covid-19, poucos servidores foram convocados a assumirem os cargos vagos, restando várias vagas não preenchidas. Mesmo assim, profissionais concursados não são chamados”.

Segundo o vereador José Freitas, que também integra a Cosman, “a espera pelo atendimento nos postos de saúde tem ficado em torno de até oito a doze horas. Precisamos de uma resposta da prefeitura para que haja cobertura de serviços públicos na área da saúde”.

A terceirização do atendimento tem se revelado incapaz de atender às demandas básicas na área de saúde. O diretor-geral do Simpa, João Ezequiel da Silva, que também é servidor da saúde, lembra que a orientação do SUS é para que a terceirização na saúde seja apenas complementar, porém, em Porto Alegre, ocorre o inverso, com 87% dos postos da atenção primária administrados por empresas terceirizadas.

Mesmo com a explicação da Coordenadoria de Urgências, de que concursados estão sendo chamados para suprir essa carência no atendimento, o preenchimento das vagas é muito lento e faz com que haja sobrecarga de trabalho dos profissionais e longas filas de espera.

Fazem parte da Comissão de Saúde na Câmara os vereadores Cláudia Araújo, Lourdes Sprenger, Aldacir Oiboni, José Freitas, Mônica Leal e a psic. Tanise Sabino.

A Astec se soma à Cosmam e entidades que cobram maior celeridade nos processos de convocação de concursados e abertura de novos concursos para suprir as demandas da população, em especial os habitantes dos bairros mais afastados onde a única opção reside nos serviços prestados pelo município. A terceirização propagada como solução tem se mostrado incapaz de suprir sequer o atendimento básico necessário em relação à saúde da população.

Leia também:

Cosmam trata da falta de funcionários na área da saúde

Comissão de Saúde da Câmara de Porto Alegre debate falta de servidores na atenção primária

Fortaleça a Astec!
Clique aqui e associe-se!
#Se puder, fique em casa!

ASTEC – Diretoria Executiva 2021/2022
UNIÃO, RESISTÊNCIA & LUTA

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.