segunda-feira , abril 12 2021
Home / Notícias / 1º de Maio

1º de Maio

DIA DO TRABALHO OU DIA DO TRABALHADOR?

 

Lá pela metade do século XVII, a Europa fez sua primeira revolução industrial com a máquina a vapor. O artesanato ficou ultrapassado e, com ele, a prática de a mesma pessoa acompanhar todas as fases do processo produtivo, da extração da matéria-prima à comercialização. Com a eliminação dos postos de trabalho dos artesãos, nasceu o desemprego estrutural. Um século depois, por volta de 1850, entram em cena o petróleo e a eletricidade, irradiando a industrialização para além-mar, nos Estados Unidos. Mas, as condições de trabalho só faziam piorar, com cargas horárias muito além do suportável para qualquer corpo humano, exploração de crianças e mulheres, remuneração pífia, sem descanso semanal, aposentadoria ou qualquer outro direito trabalhista. Mas, os operários reagiam mostrando que queriam melhores condições de trabalho, fazendo greves e rebeliões. No dia 1º de maio de 1886, em Chicago, nos Estados Unidos, houve uma violenta manifestação de protesto e alguns operários foram presos e condenados à morte. Nos anos de 1889, para homenagear os operários que morreram, associações e sindicatos europeus e norte-americanos escolheram o dia 1º de maio para a classe trabalhadora manifestar suas reivindicações. A partir desse ano, a data começou a ser comemorada em vários lugares do mundo como o Dia do Trabalhador. Em alguns países, as comemorações ocorrem em datas diferentes, como nos EUA, em que o feriado é na primeira segunda-feira de setembro. No Brasil Em 1894, um grupo foi preso por tentar comemorar o Dia do Trabalho. Somente um ano depois, ocorreu realmente a primeira comemoração da data no país (organizada pelo Centro Socialista de Santos, em São Paulo). Entre os anos de 1889 e 1930, algumas importantes greves começaram na data de 1º de maio, e foi no Dia do Trabalho, em 1940, que Getúlio Vargas criou o salário mínimo do país, com o valor de 240 mil réis. Um ano depois, em 1º de maio de 1941, foi criada a Justiça do Trabalho. De 1770 para cá, muita coisa mudou. Os trabalhadores têm direitos que devem ser respeitados, pois são garantidos pela Constituição Nacional. Contudo, ainda são muito comuns na atualidade as notícias sobre trabalhadores sem direitos trabalhistas assegurados, minorias que sofrem preconceito, trabalho infantil, além da questão do valor real do salário mínimo que é insuficiente para garantir vida digna ao trabalhador. Talvez por esses motivos, muitos brasileiros não vêem razão para comemorar o Dia 1º de maio. Por isso, com o passar dos anos, as comemorações foram mudando e, além de ser uma data de reivindicação dos trabalhadores, esse dia se tornou também uma ocasião de descanso. Seja, então, qual for a sua forma de comemorar o 1º de maio, PARABÉNS, TÉCNICOS E TÉCNICAS, MUNICIPÁRIOS E MUNICIPÁRIAS, TRABALHADOR BRASILEIRO E TRABALHADORA BRASILEIRA, POR FAZEREM A SUA PARTE PARA O CRESCIMENTO DO PAÍS! ASSOCIATIVISMO FORTE SE FAZ COM PARTICIPAÇÃO! ASTEC – Diretoria 2007-2008 (Imagem capturada em http://www.picarelli.com.br/clipping/clip01052006.htm, acesso em 29/04/2008)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *