Home / Plano de Ação

Plano de Ação

PLANO DE AÇÃO – Astec 2019–2020

CHAPA RESISTIR E AVANÇAR

 

Ações institucionais

Visando a defesa e o valorização do trabalho dos Técnicos de Nível Superior do Município e a valorização do seu trabalho:

1. Lutar:

  • Pela evolução das carreiras de nível superior, contemplando a especialização, o mestrado e o doutorado e contra a terceirização das atividades.

 

  • Contra a indicação de pessoas sem formação ou com formação incompatível para os cargos técnicos de nível superior.

 

  • Pelo respeito aos Técnicos de Nível Superior do Município e valorização do seu trabalho.

 

  • Pela manutenção e melhoria da previdência municipal.

 

  • Pelo aumento da participação financeira do município em planos de saúde dos servidores de nível superior.

 

  • Pela transferência dos valores de participação financeira do município para planos de saúde de livre escolha do servidor.

2. Buscar o atendimento das reivindicações da categoria e sua representatividade, promover uma agenda de reuniões com Prefeitos, Secretários e Diretores na PMPA.

3. Defender a categoria sempre que atacada pelo governo ou mídia, visando restabelecer a verdade dos fatos, bem como, posicionar-se publicamente na defesa do trabalho dos técnicos de nível superior da PMPA.

4. Defender a promulgação de um novo plano de carreira para os municipários, contando com a representação direta dos técnicos científicos nas etapas de seu desenvolvimento.

5. Defender a transparência das contas públicas e a adoção de critérios unificados para a contabilidade municipal e critérios para aplicação da LRF.

 

Ações sociais de promoção e difusão do conhecimento técnico

  1. Promover eventos como seminários, encontros, exposições e premiações visando a valorização do trabalho, da função pública e da defesa dos interesses da categoria (inclusive aposentados), através da formação de grupos de trabalho e de estudos com os associados buscando o desenvolvimento dos mesmos.
  2. Indicação de técnicos do Município para premiações de Conselhos Regionais e Sindicatos, bem como, a divulgação de sua atuação e colaborando para sua participação em encontros profissionais.
  3. Premiação aqueles que se destacam na função pública, na defesa dos interesses da categoria e aqueles que se aposentam na PMPA.
  4. Promover eventos visando o fortalecimento da entidade para o enfrentamento das demandas da categoria.
  5. Promover a publicação de trabalhos técnicos científicos de associados.
  6. Promover aproximação com meio acadêmico e instituições de pesquisa, com foco nas políticas públicas municipais.
  7. Efetivar convênios com entidades/empresas visando o benefício dos associados.

 

Ações políticas

  1. Desenvolver plano de relacionamento com os vereadores de Porto Alegre.
  1. Criar grupo de acompanhamento e controle das metas de governos fiscalizadas pela CMPA pelo Programa Prometa.
  2. Intensificar as ações conjuntas com outras entidades de municipários, sindicatos e conselhos profissionais e o Simpa.
  3. Participar a e apoiar fóruns, instâncias e grupos da sociedade civil voltados para a defesa dos serviços públicos e de interesse dos cidadãos de Porto Alegre (conselhos municipais, observatórios sociais, associações de moradores e usuários de serviços públicos, grupos de defesa de direitos sociais de mulheres, crianças e outros.

 

Ações dinamizadoras e de modernização

  1. Criar um plano de objetivos e metas para a gestão da Astec.
  2. Otimizar os métodos e processos administrativos da entidade para redução de custos operacionais.
  3. Atualização do Estatuto Social e demais regulamentos da Astec.
  4. Modernizar e dinamizar as formas de comunicação da entidade com os associados, bem como a criação de uma comissão de comunicação social.
  5. Fortalecer a participação dos associados através de canais por meios digitais.
  6. Ampliar o quadro social.
  7. Fortalecer a participação e envolvimento dos conselhos e comissões da Astec.
  8. Promover encontros nos locais de trabalho visando a aproximação da entidade com os associados.

 

PORTO ALEGRE, 1 de novembro de 2018

 

Eng. Sérgio Luiz Brum