domingo , maio 16 2021
Home / Notícias / MUNICIPÁRIOS ENTREGAM PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2008 AO GOVERNO

MUNICIPÁRIOS ENTREGAM PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2008 AO GOVERNO

FUNCIONÁRIOS DA PREFEITURA DE PORTO ALEGRE VÃO AO PAÇO MUNICIPAL PARA, JUNTO COM A DIRETORIA DO SIMPA, ENTREGAR PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2008, APROVADA EM ASSEMBLÉIA GERAL.

 

Os municipários de Porto Alegre aprovaram na assembléia geral de 24/4, realizada no Centro de Eventos do Parque da Harmonia, o reajuste salarial de 16,71% para recuperação das perdas acumuladas e inflação do período;Integralização do valor da GIT; aumento no valor do vale-alimentação para R$ 15,00; implementação do Instituto de Assistência Médica do Município de Porto alegre (Iampa); implantação de plano de carreira com ampla participação; fim das perseguições e do assédio moral nos locais de trabalho; realização de concurso em todos os níveis; e fim da terceirização na Prefeitura. Após a assembléia, os funcionários foram ao Paço Municipal e entregaram ao Secretário Municipal de Gestão e Acompanhamento Estratégico, Clóvis Magalhães, o documento contendo as reivindicações, pois o Prefeito estava fora da cidade. A primeira reunião de negociação entre o Simpa e o Comitê de Políticas Salariais da Prefeitura está prevista para a próxima segunda-feira, 28/4. A pauta unificada dos municipários busca o estabelecimento de políticas para atualização/capacitação dos servidores; progressão funcional; publicação imediata do biênio 2005/2006, pagamento dos valores retroativos; recomposição salarial do padrão II e celetistas, de 1,25 do salário mínimo; contra o uso abusivo de estagiários; extensão da licença-maternidade para seis meses e pagamento da essencialidade para o DMAE. De acordo com a presidente do Simpa, a entidade vai promover uma série de manifestações com o intuito de alertar a população a respeito dos problemas da classe municipária. Também está programado um ATO PÚBLICO em frente ao Paço Municipal, no dia 08 de maio. “Vamos aguardar 15 dias para que a Prefeitura se manifeste sobre as reivindicações. Os municipários enfrentam várias dificuldades diárias e a relação com o Executivo cada vez mais se deteriora”, registra Carmem Padilha. ASSOCIATIVISMO FORTE SE FAZ COM PARTICIPAÇÃO. ASTEC – Diretoria 2007-2008.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *