segunda-feira , janeiro 25 2021
Home / Notícias / Astec mobilizada na data-base

Astec mobilizada na data-base

A Entidade integrou-se às 48 de paralisação, ao longo desta quarta-feira (13), no Paço Municipal e ruas do centro da cidade. Nesta quinta-feira (14), a mobilização inclui ato em frente à Prefeitura a partir da 9h e assembleia geral que inicia às 14h, no Centro de Eventos do Parque Harmonia. VENHA E TRAGA SEUS COLEGAS!

 

A Astec participou da mobilizaçao promovida pelo Sindicato dos Municipários (Simpa), ao longo desta quarta-feira (13), em frente a Prefeitura de Porto Alegre. O ato, que reuniu cerca de dois mil servidores, integra a campanha salarial deflagrada em assembleia geral da categoria, no último dia 08 de abril.

Em seu pronunciamento, o diretor de Relações Trabalhistas e Sindicais da Astec, Adroaldo Corrêa, salientou que a concentração também é uma forma de defender o serviço público prestado pela cidade. O dirigente aproveitou para criticar a forma como o governo municipal trata os servidores e a população: "Existem funcionários que estão recebendo abaixo do salario mínimo desde janeiro, o que é desumano", disse. Ele também denunciou a precariedade do serviço municipal, que sofre uma redução na quantidade que interfere diretamente na qualidade de setores como saneamento, saúde e educação. E destacou que, "em nome da Astec, manifestamos solidariedade a essa luta e reivindicamos respeito já!, e isonomia com os funcionários da Secretaria da Fazenda".

Já o conselheiro deliberativo do Núcleo Previmpa Aposentados, da Astec,  João Pedro Chaves Nunes, que também representa a Associação dos Técnicos Aposentados (Asta),  ressaltou que o prefeito José Fortunati não está cumprindo o artigo 5 da Lei 11.080, de junho de 2011, que garante que os valores dos vencimentos básicos de diversos padrões dos cargos que integram o Quadro de Cargos de Provimento Efetivo da Administração Centralizada, e, se houver, das Autarquias e Fundação Municipais, ficam equiparados ao valor do salário mínimo nacional. Ao se referir à aprovação, pela Câmara de Vereadores, do PLCE 010/14, que estabelece uma política salarial excludente na Secretaria da Fazenda, por meio da ampliação de 41 para 72 Funções Gratificadas e de três para seis cargos comissionados, João Pedro destacou que o chefe de Executivo municipal,"mais uma vez esqueceu daqueles municipários que, há meses, ganham menos que um salário mínimo."

A  mobilizaçao dos servidores prossegue nesta quinta-feira, com ato a partir das 9h, no Paço Municipal. Às 14h, os municipários reúnem-se em assembleia, no Centro de Eventos do Parque Harmonia.

Confira aqui a PAUTA DE REIVINDICAÇÕES 2015 DA ASTEC.
Confira aqui a PAUTA UNIFICADA DE REIVINDICAÇÕES 2015.

Confira também as informações sobre a mobilização da data-base no site do Simpa.

ASSOCIATIVISMO FORTE SE FAZ COM UNIDADE E AÇÃO.
DIRETORIA EXECUTIVA 2015/2016

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *