quarta-feira , janeiro 27 2021
Home / Notícias / Astec apresentou tese sobre precarização do serviço público, no 5º Congresso do Simpa

Astec apresentou tese sobre precarização do serviço público, no 5º Congresso do Simpa

O evento iniciou na tarde da sexta-feira, dia 20 de novembro, e se estendeu por todo o dia de sábado (21), na sede do Sindicato. Em abril, haverá assembleia geral para discutir a filiação do Simpa a uma central sindical e, outra assembleia, ainda sem data estabelecida, irá avaliar as resoluções aprovadas no Congresso.

 

A tese A precarização dos meios para prestação de serviços públicos onera o contribuinte, transfere renda aos grandes prestadores de serviços e inviabiliza a cidade foi apresentada pelo diretor de Relações Trabalhistas e Sindicais da Astec, Adroaldo Corrêa, no 5º Congresso do Simpa, que  iniciou na tarde da sexta-feira, dia 20 de novembro, e se estendeu por todo o dia de sábado (21), na sede do Sindicato. Após a defesa diante da plateia, composta por delegados que representavam os municipários dos diversos núcleos de trabalho da prefeitura (PMPA) e observadores, a tese da Astec recebeu duas propostas de emenda: uma versando a respeito de resolução sobre estrutura organizacional, e outra sobre capacidade operacional.

Ao todo, foram inscritas e apresentadas nove teses, por ordem de sorteio:

Tese 1 – POR UM SIMPA CLASSISTA E DE LUTA

Tese 2 – PODEMOS MAIS MUNICIPÁRIOS

Tese 3 – SIMPA DE LUTAS – NO DIA A DIA DA CATEGORIA E NAS LUTAS DA CIDADE

Tese 4 – AVANÇAR NA LUTA E NA ORGANIZAÇÃO DA CLASSE TRABALHADORA

Tese 5 – A NOSSA LUTA É TODO O DIA! – DERROTAR OS ATAQUES DOS GOVERNOS E FORTALECER A ORGANIZAÇÃO DOS TRABALHADORES E TRABALHADORAS

Tese 6 – PARA LUTAR CONTRA OS ATAQUES DO CAPITAL É NECESSÁRIO UM SINDICATO AUTÔNOMO A PATRÕES, PARTIDOS E GOVERNOS, UM SINDICATO FORTE E PELA BASE

Tese 7 – CONSTRUÇÃO MUNICIPÁRIA – POR UM SINDICATO COMBATIVO E DEMOCRÁTICO PELA BASE, NA DEFESA DE UM SERVIÇO PÚBLICO DIGNO E DA DIGNIDADE DOS SEUS SERVIDORES

Tese 8 – A PRECARIZAÇÃO DOS MEIOS PARA PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS PÚBLICOS ONERA O CONTRIBUINTE, TRANSFERE RENDA AOS GRANDES PRESTADORES DE SERVIÇOS E INVIABILIZA A CIDADE

Tese 9 – UNIDADE DOS(AS) TRABALHADORES(AS), DEFESA DA DEMOCRACIA, FORTALECIMENTO DO SIMPA!

Após as apresentações, os participantes organizaram-se em grupos para discutir e apresentar propostas de resolução para deliberação.

As atividades ocorreram também ao longo do sábado, de acordo com o programa.

Na parte da manhã do segundo dia de atividades os delegados deliberaram sobre as resoluções apresentadas pelos grupos de discussão, referentes às avaliações de conjuntura internacional, nacional, estadual, municipal e sindical. Nesse último item, foi deliberado que o Simpa deverá realizar um calendário de discussão com os municipários sobre a filiação do Sindicato a uma central sindical, com realização de assembleia geral específica sobre este tema, em abril.

No período da tarde, a plenária geral foi retomada, prosseguindo com exaustiva discussão e deliberação sobre balanço de atividades e plano de lutas. As resoluções aprovadas serão submetidas à assembleia geral da categoria, ainda sem data definida. Depois de referendadas, as resoluções irão constituir a linha de ação do Simpa para os próximos três anos.

O objetivo do Congresso é avaliar a realidade dos servidores municipais e a conjuntura política, econômica e social, que resultará na construção da linha de ação do Sindicato para os próximos três anos.
Ao todo, foram eleitos 173 delegados com direito a voto, representando os municipários dos diversos núcleos de trabalho. O 5º Congresso é aberto à participação de observadores.

A abertura do evento lembrou o Dia da Consciência Negra, transcorrido na sexta-feira (20), com apresentação dos estudantes da EMEF Mama África, orientados pelas professoras Sandra Severo de Souza e Beatriz Ávila Venzon. Os pequenos artistas foram presenteados com a réplica da boneca Abayomi (amuleto que as mães negras confeccionavam, com pedaços de suas roupas, para seus filhos, nos navios negreiros), e uma bebida de origem africana, o Atan, à base de suco de frutas e frutas picadas.

Associativismo forte se faz com unidade e ação.
Diretoria Executiva 2015/2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *